Durante anos, especialistas e medicos têm desencorajado o consumo de gorduras “saturadas” e promovido o consumo de gorduras “saudáveis”. Estima-se que se as pessoas em todo o mundo começarem a comer mais gorduras saudáveis em detrimento das gorduras saturadas​​, poderia haver menos de um milhão de menos mortes por doenças cardíacas a cada ano.

Embora uma grande quantidade de atenção tem sido focada em reduzir as gorduras saturadas da dieta das pessoas, os pesquisadores indicam que o esforço deve ser duplo:

  • Redução de gorduras não saudáveis, como gorduras saturadas
  • Aumentar o consumo de gorduras saudáveis, como as gorduras poliinsaturadas

Para os mais curiosos o estudo foi publicado on-line 20 de Janeiro no “Journal of the American Heart Association”.

As gorduras poliinsaturadas são encontradas em peixes mais gordos (como o salmão, arenque, cavala e truta), soja, tofu, óleo de soja, óleo de milho, óleos de girassol e as sementes e nozes. Estas gorduras ajudam a reduzir o mau colesterol, e têm sido associados a um menor risco de doença cardíaca e derrame, de acordo com a American Heart Association (AHA).

As gorduras saturadas são encontradas em carnes e produtos lácteos. Enquanto as gorduras trans são encontradas em alimentos processados, assados e fritos, de acordo com a AHA.

Mencionando alguns países com os maiores indices:

  • Rússia, Alemanha e Egipto apresentaram as maiores taxas de morte por doença cardíaca devido ao baixo consumo de gorduras poliinsaturadas saudáveis.
  • Filipinas, Malásia e nações tropicais teve a maior taxa de morte por doença cardíaca devido a comer muita gordura saturada

Resumo:

  1. Problemas e Doenças cardíacas podem originar do consumo excessivo de gorduras saturadas mas também da insuficiência de gorduras saudáveis!
  2. Não exagere na sua dieta, procure ter um consumo equilibrado pois o seu corpo precisa de gorduras.
  3. Importante também considerar que não pode simplesmente deixar de comer carne e outros produtos mencionados pois estes também podem ter outros nutrientes que favorecem a sua saúde. Mas pode e deve caminhar para uma dieta mais equilibrada e menos exagerada!
Categorias: Alertas