A tristeza é um sentimento comum e saudável. É uma reação natural que ajuda a pessoa a lidar com eventos infortúnios da vida.

A grande maioria dos casos de tristeza surgem de fatores e acontecimentos externos, como a perda de alguém próximo, desemprego, divórcio, entre outros.

A primeira grande diferença entre tristeza e depressão é o facto de, normalmente, a tristeza ser uma reação a algo que tenha ocorrido e a depressão ser um estado psicológico que se implementa no dia a dia sem que muitas das vezes se reconheçam os motivos.

Ficar triste porque se perdeu alguém, não é depressão, é tristeza, pelo menos numa fase inicial. No entanto, caso a tristeza permaneça e outros sintomas surjam é preciso estar atento, pois nesse cenário pode estar a desenvolver-se uma depressão.

Até quando é aceitável ficar “em baixo” sem pedir ajuda?

Naturalmente, não há um período de tempo fixo aplicável a todos os casos. Por isso, se sentir que esse estado de espírito influencia e prejudica o seu dia a dia, poderá consultar um especialista.

Em termos gerais, a primeira sugestão que damos é perceber se, em simultâneo com tristeza, sente algum dos seguintes sintomas:



1. Alteração da rotina alimentar (falta ou excesso de apetite)
2. Obsessão compulsiva por doces
3. Perturbações do sono (tanto sonoçência durante o dia e/ou dificuldade em adormecer)
4. Fadiga, cansaço e falta de energia
5. Falta de desejo sexual
6. Apatia e desinteresse pelas atividades do dia a dia
7. Sentimentos de inutilidade
8. Falta de confiança e/ou auto estima
9. Sentimento de culpa e incapacidade
10. Irritabilidade
11. Dificuldade de concentração
12. Vontade de morrer
13. Sintomas físicos como: dores musculares, vómitos, dores de cabeça, entre outros.



Caso sinta apenas tristeza e tenha surgido após um evento marcante e/ou traumático, poderá aguentar o sentimento de tristeza até cerca de 2 meses sem pedir ajuda (estabeleça 6 meses como limite máximo e apenas para experiências tragicamente marcantes como por exemplo a morte de alguém próximo).

Caso, em simultâneo com tristeza, sinta até 2 dos sintomas referidos acima, deverá pedir ajuda entre 1 a 2 meses após ter começado a sentir esses sentimentos.

No cenário de sentir tristeza e 3 ou mais dos sintomas listados, deve pedir ajuda a partir das 2 semanas.



Porque é tão importante tratar a depressão o mais brevemente possível?

Encare a depressão como um tumor. Quanto mais tempo passar, maior a probabilidade de se propagar de forma irreversível.

Os dados não enganam, quando a depressão não é tratada atempadamente, em cerca de 20% dos casos torna-se uma doença crónica sem remissão.

Assim que se entra num estado de depressão, a força de vontade não basta para superar a condição. Não é uma questão de fragilidade, seria o mesmo que esperar que a força de vontade curasse diabetes.

Procurar ajuda atempadamente (consultar um médico, psiquiatra, psicólogo ou psicoterapeuta) vai ajudar a minimizar os sintomas no curto prazo e ajudar a superar a doença no médio prazo.

Por ser um estado cada vez mais comum, muita gente cai no erro de desvalorizar os sintomas da depressão, mas é um comportamento muito perigoso, pois quanto mais tempo passar sem tratamento, mais perigosa é a depressão.

Caso necessite, não hesite: peça ajuda!

Partilhe e ajude os seus amigos a perceberem o perigo da depressão não tratada!

PARTILHE!

Alerta Saúde

O portal Alerta Saúde tem a missão basilar de zelar e cuidar da Saúde dos portugueses. Através do compromisso de divulgação de conteúdo fidedigno da área da Saúde, como também através da disponibilização aos seus utilizadores dos meios necessários para que acedam de forma célere e intuitiva aos conteúdos pretendidos.