Distúrbios de sono são cada vez mais frequentes devido ao stress caraterístico do estilo de vida atual.

Todas as pessoas sofrem de noites “mal dormidas”, sendo que estudos referem que o ideal para o organismo seria só ocorrerem 2 noites por ano com sono de baixa qualidade.

Valores muito distantes da realidade, no entanto sugerimos não se preocupar tanto com o número de noites mal dormidas por ano, mas sim em ganhar bons hábitos de sono de modo a não desenvolver um distúrbio. Isto porque os prejuízos inerentes à falta de sono, derivam na sua grande parte de condições crónicas de distúrbios do sono e que têm como causas principais o consumo de álcool, a depressão e ansiedade.

No caso de desconfiar que tem um distúrbio de sono, uma mudança na dieta alimentar poderá não ser o suficiente para o ajudar e nesse caso sugerimos que consulte o seu médico (pode ser do seu interesse: 10 Sintomas das Insónias!).

No sentido de ganhar bons hábitos de sono, neste artigo vão ser divulgados alguns alimentos que poderão ser fortes aliados para a qualidade do seu sono. Os alimentos que vamos referir posteriormente podem e devem ser ingeridos ao jantar ou depois do jantar (vão ser indicados quais).

Um aspeto que é importante abordar antes dos alimentos é o hábito de se consumir hidratos de carbono à noite.

Há quem aconselhe a sua ingestão para promover a sonolência devido à satisfação que proporcionam, mas há que ter em atenção uma condição. Os hidratos de carbono simples (açúcar branco, doces, bolachas, entre outros) prejudicam o sono muito facilmente, pois provocam picos nos níveis de açúcar do sangue. São absorvidos e consumidos muito rapidamente. Por conseguinte, à noite evite os hidratos de carbono simples, pois podem provocar nervosismo e ansiedade. Dê preferência aos hidratos de carbono complexos (feijão, grão de bico, pão integral, etc).

Como já foi referido noutros artigos sobre alimentação, não deve só ingerir os seguintes alimentos de modo a favorecer o seu sono. Seria um erro, pois uma alimentação variada é fundamental para o equilíbrio e saúde do corpo humano.

1. Banana

A banana é uma excelente fonte de aminoácido triptofano que ajuda a relaxar e a promover um sono tranquilo.

Dica: A canela vai potenciar o efeito relaxante da banana, por isso pode combinar os dois alimentos como sobremesa ao jantar.

2. Grão de bico e couve

São duas fontes de magnésio que é fundamental para promover o relaxamento muscular e consequentemente aliviar as tensões musculares.



3. Alface

Tal como a banana, a alface é uma fonte rica em aminoácido triptofano. É um alimento que tem forte capacidade relaxante.

4. Aveia

A aveia é dos poucos cereais com melatonina (hormona responsável pelo sono). Não se esqueça de manter escuridão total no local onde dorme de modo a favorecer a produção de melatonina pelo seu organismo.

5. Leite

Um copo de leite quente antes de dormir é um ótimo relaxante, pois o leite é rico em triptofano (relaxante muscular).

O ideal é beber o copo de leite quente 30 minutos antes de se deitar.

6. Mel

O mel tanto pode favorecer como prejudicar o sono. Isto porque é um hidrato de carbono simples. No entanto, se for consumido com leite e apenas uma colher, vai ajudar o organismo a absorver o triptofano do leite.

7. Chá de camomila

Este chá não tem cafeína como muitos outros e tem efeito calmante. Para além que se for bebido quente, pode aumentar a temperatura do corpo e provocar sonolência.

8. Cereja

A cereja é um alimento rico em melatonina (hormona responsável pelo sono). Por isso é uma ótima opção para a sobremesa do jantar.

A pensar na sua saúde, sugerimos:

Conheça 8 “Armadilhas” presentes nos quartos que prejudicam o Sono!

Sintomas da Apneia do Sono!



Partilhe e ajude os seus amigos a adormecer melhor!

PARTILHE!

Alerta Saúde

O portal Alerta Saúde tem a missão basilar de zelar e cuidar da Saúde dos portugueses. Através do compromisso de divulgação de conteúdo fidedigno da área da Saúde, como também através da disponibilização aos seus utilizadores dos meios necessários para que acedam de forma célere e intuitiva aos conteúdos pretendidos.