O Alerta Saúde é um portal com a missão de cuidar da saúde dos portugueses. Este artigo afasta-se ligeiramente das matérias que temos vindo a explorar e partilhar, no entanto consideramos que existem curiosidades e testemunhos verdadeiramente inspiradores que devem ser divulgados e discutidos.

Emma Morano completou recentemente 116 anos, o que faz dela a mulher mais idosa da Europa e a segunda mais idosa do mundo.

Nasceu em 1899 e já viveu em 3 séculos distintos.

Naturalmente os genes favorecem a sua longevidade, visto que a sua mãe faleceu com 91 anos e uma das irmãs com 107. Tanto que a Universidade de Harvard pediu para estudar o seu ADN.

O seu trajeto:

Com uma personalidade energética, Emma sofria de violência doméstica e divorciou-se aos 39 anos pouco tempo depois de ter perdido um filho de apenas sete meses.

Numa altura em que não existia divórcio, Emma decidiu viver sozinha “porque não queria depender de ninguém”.

Foi operária fabril no setor têxtil até aos 75 anos e só no ano passado, com 115 anos é que permitiu que a ajudassem com as lides domésticas e tarefas do dia a dia.



As suas rotinas diárias:

Aos 20 anos, um médico diagnosticou-lhe anemia e aconselhou-a a ingerir 2 ovos crus e 1 cozido pela manhã. Um hábito que a acompanhou durante 90 anos até aos 110.

Ao jantar dispensa refeições pesadas, optando por beber apenas um copo de leite.

Deita-se pelas 19h e acorda às 06h, porque “a quem madruga, Deus ajuda”.

Feitas as contas:

Viveu em 3 séculos distintos

Morou sozinha 76 anos

Durante 90 anos ingeriu todos os dias 2 ovos crus e 1 cozido pela manhã

Um testemunho verdadeiramente inspirador.

Partilhe a curiosa rotina da Emma Morano!

PARTILHE!
Categorias: Curiosidades

Alerta Saúde

O portal Alerta Saúde tem a missão basilar de zelar e cuidar da Saúde dos portugueses. Através do compromisso de divulgação de conteúdo fidedigno da área da Saúde, como também através da disponibilização aos seus utilizadores dos meios necessários para que acedam de forma célere e intuitiva aos conteúdos pretendidos.