A doença de Alzheimer afeta o cérebro e causa o declínio das suas funcionalidades, quer em termos de memória como também de raciocínio.

A doença de Alzheimer apresenta sintomas comuns a outras doenças, por conseguinte em caso de dúvida consulte sempre o seu médico.

A perda de memória é o sintoma mais conhecido e comum, contudo não é o único. Por isso, partilhamos outros sintomas que normalmente surgem na doença de Alzheimer numa fase inicial:

1. Perda de memória que afeta o dia a dia

Exemplo: Esquecer nomes ou compromissos e lembrar mais tarde.

2. Dificuldades em planear algo ou em resolver problemas

Exemplo: Cometer erros em contas simples nas quais nunca houveram dificuldades no passado.

3. Dificuldade em completar tarefas familiares, de trabalho ou de lazer

Exemplo: Ocasionalmente, necessidade de ajuda para programar o micro-ondas ou para usar o comando da televisão.

4. Confundir as horas ou dia da semana

Exemplo: Não recordar o presente dia, quando por hábito não era uma dificuldade.



5. Dificuldade em perceber imagens e noção de espaço

Exemplo: Dificuldade em perceber um desenho 3D

6. Dificuldade em falar ou escrever

Exemplo: Não lembrar de uma palavra para descrever algo e ficar algum tempo à procura.

7. Mudar a organização de objetos e não se lembrar da ordem antiga

Exemplo: Mudar o local onde se guardam os pratos e não se recordar do local anterior

8. Não conseguir tomar decisões com discernimento

Exemplo: Ligar para os programas com chamadas de valor acrescentado de uma forma exagerada

9. Cansaço em ir trabalhar ou de estabelecer contatos sociais

Exemplo: Evitar familiares.

10. Mundanças de humor e personalidade

Exemplo: Desenvolver maneiras muito particulares de fazer algo e ficar facilmente irritado quando a rotina é quebrada.



Partilhe e ajude a detetar o Alzheimer numa fase inicial!

PARTILHE!
Categorias: Sintomas

Alerta Saúde

O portal Alerta Saúde tem a missão basilar de zelar e cuidar da Saúde dos portugueses. Através do compromisso de divulgação de conteúdo fidedigno da área da Saúde, como também através da disponibilização aos seus utilizadores dos meios necessários para que acedam de forma célere e intuitiva aos conteúdos pretendidos.