Estudos recentes referem que mais de 60% da população portuguesa tem hérnias discais, sendo que parte dessas pessoas não sabe que apresenta essa condição, pois consideram que têm simplesmente dores de costas.

A hérnia discal é um problema na coluna vertebral que provoca a compressão dos nervos e consequentemente dores na coluna, fraqueza e perda de sensibilidade na coluna ou em algum dos membros superiores ou inferiores.

Existem 3 tipos de hérnias discais:

1. Hérnias cervicais

2. Hérnias lombares

3. Hérnicas torácicas

Para ajudar a perceber a localização de cada hérnia, consulte a imagem seguinte onde é apresentada a ilustração de uma coluna vertebral humana e respetivas zonas.

Uma hérnia discal ocorre quando uma parte do disco se deforma em direção à medula. Muitas vezes acaba por provocar a compressão de uma das raízes nervosas. Visualize a imagem seguinte para perceber o processo mais facilmente.

As hérnias discais mais frequentes surgem na coluna lombar, que é a região da coluna que suporta mais peso e é sujeita a mais compressões ao longo da vida. Em segundo lugar, surgem as hérnias cervicais e, por último, as hérnias torácicas que são raras.

Quais são as causas das hérnias discais?

As hérnias são mais comuns em adultos com mais de 35 anos, pois é a partir dessa idade que os discos vertebrais tornam-se menos flexíveis e elásticos. As principais causas derivam normalmente de fatores que provoquem cargas na coluna, como por exemplo:

1. Trabalhos que exijam transportar cargas e pesos excessivos

2. Praticar musculação incorretamente

3. Levantar pesos do chão em posições incorretas

4. Postura incorreta ao sentar ou caminhar

5. Traumas nas costas

6. Trabalhos que obriguem as pessoas a efetuar movimentos repetitivos da coluna (por exemplo: operadores de caixa de supermercado)

Também se pode apontar como causas:

7. Sedentarismo

8. Tabaco

Lembramos ou relembramos que deve sempre fazer um esforço para pegar em pesos do chão da seguinte maneira:

E não das seguintes:

Quais os sintomas das hérnias discais?

Antes de se divulgarem os sintomas, é importante referir que podem-se refletir de uma forma leve, moderada, intensa ou até mesmo incapacitante, dependendo do grau de lesão dos nervos.

Sintomas da hérnia lombar:

1. Dor na zona lombar

2. Dor na zona lateral e/ou interior das pernas

3. Fraqueza nos pés

4. Dificuldade em realizar determinados movimentos, como por exemplo tentar rodar os pés para dentro ou para fora

5. Perda de sensibilidade nas pernas e pés

6. Dificuldade em fletir a perna (dor nos joelhos)



De salientar que os sintomas dependem muito da vértebra ou vértebras onde tenha ocorrido a hérnia.

Sintomas da hérnia cervical

1. Fraqueza e dor na zona do pescoço e/ou ombros

2. Perda de sensibilidade na axila

3. Dor e fraqueza muscular no início do ombro, ombro, bíceps, tríceps antebraço e/ou mão (na imagem seguinte pode consultar onde se encontram os bíceps e tríceps)

4. Perda de sensibilidade do antebraço ao dedo indicador e/ou região dos tríceps

Se tem uma dor de costas que não melhora há mais de 2 a 4 semanas no máximo, consulte o seu médico. Pode tratar-se de uma hérnia discal e quando mais cedo for realizado o tratamento melhor.

A pensar na sua saúde, sugerimos:

Dor Ciática: Conheça as Causas, Grupos de Risco e os Sintomas!

Gastrite: O Que É, Grupos de Risco e Sintomas da Gastrite!



Partilhe e ajude os seus amigos a identificarem uma hérnia discal!

PARTILHE!

Alerta Saúde

O portal Alerta Saúde tem a missão basilar de zelar e cuidar da Saúde dos portugueses. Através do compromisso de divulgação de conteúdo fidedigno da área da Saúde, como também através da disponibilização aos seus utilizadores dos meios necessários para que acedam de forma célere e intuitiva aos conteúdos pretendidos.