A ansiedade faz parte da vida do ser humano. É uma reação normal das pessoas face a situações que provocam medo, insegurança, dúvida, desconforto ou expetativa.

Contudo, esta reação deixa de ser normal a partir do momento que em ocorre muito frequentemente e interfere com as atividades do dia a dia.

Em Portugal, estudos referem que 2 em cada 5 portugueses sentem ansiedade e 16,5% da população apresenta transtornos e distúrbios de ansiedade.

No campo dos distúrbios, o Transtorno de Ansiedade Generalizada é dos mais comuns e é caraterizado pela preocupação excessiva ou expetativa apreensiva em relação a atividades comuns do dia a dia.



Que Fatores representam uma maior Risco de ocorrência?

1. Ser Mulher

Cerca de 70% dos transtornos de ansiedade generalizada ocorrem em mulheres. Acredita-se que se deva a mudanças hormonais e a uma maior exposição ao stress.

2. Trauma na infância

As pessoas que em crianças sofreram algum tipo de abuso ou trauma, são mais susceptíveis de sofrerem deste distúrbio.

3. Doenças crónicas ou graves

Pessoas que apresentem uma condição crónica ou uma doença grave, como por exemplo cancro, estão mais susceptíveis a sofrerem deste transtorno, pois estão mais facilmente preocupadas e em expectativa sobre o seu o futuro.

4. Determinadas personalidades

Há personalidades que são mais propensas a apresentarem transtorno de ansiedade generalizada, como é o caso de pessoas negativas, pessoas que estão sempre preocupadas, ansiosas e stressadas.

5. Genética

Acredita-se que há uma relação entre a genética e um maior risco de ocorrência.

6. Consumo de determinadas substâncias

Consumo de drogas, álcool, cafeína, nicotina e outras substâncias podem aumentar a ansiedade das pessoas e provocar o transtorno de ansiedade generalizada.



Quais são os Sintomas do Transtorno de Ansiedade Generalizada?

O principal sintoma é preocupação e tensão permanente, mesmo que não hajam motivos para tal. Na ocorrência do transtorno de ansiedade generalizada é normal que haja uma preocupação em todos os campos da vida da pessoa, desde questões familiares, amorosas, de trabalho, de saúde, entre outras.

Sintomas psicológicos:

1. Dificuldade de concentração

2. Fadiga

3. Irritabilidade

4. Fobias sociais e/ou vontade de ficar sempre por casa

5. Problemas para adormecer e ter um sono descansado a noite toda

6. Inquietação

7. Medo de aceitar novos desafios e medo de correr riscos

Sintomas físicos:

1. Tensão muscular

2. Cansaço

3. Dores de cabeça

4. Tremores

5. Problemas de estômago (pode ser do seu interesse: Gastrite Nervosa: O que é, como surge e quais são os Sintomas?)

Se sentir alguns destes sintomas, não se retraia e fale com o seu médico. Tal como a depressão tem tratamento, a ansiedade e o transtorno de ansiedade generalizada também têm.

A pensar na sua saúde, sugerimos que:

Fique Alerta! Registe-se e receba os nossos conteúdos: Previna-se já!
















Partilhe e ajude as pessoas identificarem quando não devem sofrer mais com Ansiedade!

PARTILHE!

Alerta Saúde

O portal Alerta Saúde tem a missão basilar de zelar e cuidar da Saúde dos portugueses. Através do compromisso de divulgação de conteúdo fidedigno da área da Saúde, como também através da disponibilização aos seus utilizadores dos meios necessários para que acedam de forma célere e intuitiva aos conteúdos pretendidos.